Cil

Colégio Imperatriz Leopoldina: Histórico

25 April, 2017 17:17


Access

Content Menu

Facebook Colégio Imperatriz Leopoldina

Colégio Imperatriz Leopoldina - Oficial
facebook
CIL inform@

QUEM SOMOS

 

O Colégio Imperatriz Leopoldina ( CIL ) foi fundado por imigrantes alemães em 1923, no bairro de Santana, para atender às crianças alemãs ou descendentes, moradoras da zona norte. Teve início em 01 de fevereiro de 1923 com o nome de Hindenburg Schule (Escola de Hindenburgo). Funcionava com 3 salas de aula e 60 alunos, à rua Voluntários da Pátria, e era mantida pela Sociedade Alemã de Santana e Arredores.

 

O espaço tornou-se insuficiente e logo passou para o endereço atual, onde recebeu outros nomes: Externato Pedro Doll, em função do nome da rua, que homenageia um imigrante alemão; Ginásio Imperatriz Leopoldina (GIL), em homenagem à Imperatriz Leopoldina, de origem austríaca. Em 1971, passou a Colégio Imperatriz Leopoldina( CIL ).

Em 1936 foram ampliadas as instalações, com a contribuição voluntária da comunidade alemã, na forma de mutirões de trabalho e de doações.

Em 1954, constituiu-se a 1ª diretoria denominada Associação Cultural e Beneficente de Santana, de acordo com as leis brasileiras.

Em 1960 foi eleito presidente da Associação, o Sr. Otto Baumgart, que condicionou o seu cargo à atuação efetiva do vice-presidente Sr. João Ricardo Beck, que em 1965 tornou-se presidente da mantenedora do colégio até o seu falecimento em 15 de dezembro de 2007. O atual Presidente da Mantenedora é o Sr. José Roberto Ramos.


Em 1960 tínhamos 90 alunos e hoje 1200, da Educação Infantil até o Ensino Médio, sendo uma associação democrática e aberta a todos os alunos. Destes alunos, uma minoria é descendente de alemães, o que demonstra que muitos pais se preocupam que seus filhos aprendam mais de uma língua estrangeira, mesmo não sendo de sua origem.

 

Atualmente, o colégio ministra três línguas estrangeiras, alemão, inglês e espanhol, naturalmente, as matérias referentes a cada curso, com a ajuda de várias ferramentas de trabalho. A informática está presente em todos os componentes curriculares através da interdisciplinaridade. O Colégio Imperatriz Leopoldina busca manter um elevado padrão de qualidade de ensino em todos os cursos oferecidos pela escola. Desenvolve princípios de solidariedade humana, valoriza o profissional de educação, oferece conhecimento científico através de conteúdos necessários para o desenvolvimento do educando, ampliando e recriando suas experiências, articulando o saber organizado da teoria com a prática, tornando-o capaz para resolver problemas de vida e de trabalho. Oferece conhecimento de arte, cultura e pensamento filosófico, criando vínculos entre o saber, o trabalho e práticas sociais. Forma o educando para o exercício consciente da cidadania.

 O colégio sente-se orgulhoso em poder preparar bem os seus alunos para cursos posteriores, com ótimos resultados nos vestibulares, e jovens muito bem sucedidos em seus cursos universitários, devido à grande bagagem de conhecimentos gerais.

 
 

Até 1964, o colégio possuía 800 m² e atualmente conta com 15000 m², onde estão construídos a Educação Infantil com prédio especialmente para crianças, prédios de salas de aula, administração, laboratórios modernos de Física, Química, Biologia, Geografia, Artes, Línguas, Informática e laboratório de estudo, salas de vídeo e leitura, biblioteca, sala de música, estúdio de música, anfiteatro, quadras cobertas com arquibancada para 1000 pessoas, praça de alimentação, salão de eventos, estacionamento e ginásio de esportes coberto e um bosque.

   
 

O Colégio Imperatriz Leopoldina, com orgulho do seu passado, predispõe-se, no presente, através do crescimento e da modernização, a formar verdadeiros cidadãos brasileiros.